3 de set de 2009

AULAS ATÉ 21 DE DEZEMBRO....

Aulas nas escolas estaduais do Paraná vão até 21 de dezembro


“O Conselho Estadual da Educação teve a mesma visão da Secretaria em relação à reposição. Os dias e horas letivos estão garantidos”, afirma a secretária estadual da Educação, Yvelise Arco-Verde. Segundo ela, o fundamental é assegurar aos alunos o trabalho pedagógico com conteúdos relativos a cada nível e etapa de ensino, assim como as disciplinas de cada série.

O Parecer determina que “poderão ser utilizados os sábados, feriados municipais e recessos, bem como contraturno para a reposição dos conteúdos, de forma presencial, garantindo assim a carga horária prevista em lei. Nesse planejamento, o Conselho de Classe e reuniões pedagógicas deverão ser transferidas para os sábados ou horários alternativos”.


“Nossas escolas têm autonomia para essa organização, e é importante que a comunidade escolar acompanhe o processo, avalie e interfira sempre que houver necessidade”, diz a secretária.


Por determinação do Conselho, cada escola terá que apresentar um novo planejamento do calendário, de acordo com as suas especificidades, até o dia 11 de setembro. “Cada estabelecimento de ensino deve fazer ampla divulgação do seu novo calendário escolar e a comunidade pode e deve buscar essa informação”, afirma a superintendente da Educação, Alayde Digiovanni.


Segundo a superintendente, a Secretaria tomará todas as providências para que os alunos tenham acesso aos conteúdos previstos no planejamento anual, conforme determinação do Conselho Estadual de Educação. Alayde Digiovanni informa ainda que os Núcleos Regionais de Educação acompanharão a efetivação do plano de reposição de conteúdos e horas/aula em todas as escolas estaduais. Compete também aos Núcleos as negociações com os municípios, de forma a assegurar o transporte escolar a todos os alunos que dele dependam.


As aulas nas escolas da rede pública estadual foram suspensas de 31 de julho a 15 de agosto, período em que o ambiente escolar era preparado e os profissionais treinados para enfrentar a nova gripe. Desde o retorno, voluntários que aderiram ao programa Cuidadores da Gripe atuam em todos os turnos para detectar e encaminhar casos suspeitos da nova gripe. Mais de 7 mil cuidadores receberam treinamento da Secretaria de Estado da Saúde, que foi parceira da Secretaria da Educasção em todas as ações de prevenção e enfrentamento da doença.


“O mais importante em todo este episódio da gripe é que novos hábitos de saúde foram criados para a população, o que assegura uma melhor qualidade de vida aos nossos cidadãos”, analisa a secretária Yvelise Arco-Verde.

VEJA AQUI...


0 comentários: