30 de abr de 2009

ONDE NASCE A VIOLÊNCIA.....

Gripe suína será arma biológica?.....

Segundo os entendidos do assunto, o vírus da gripe suína foi manipulado geneticamente podendo ser uma arma biológica em teste. Podemos pensar tambem em uma operação falsa bandeira.
Operação falsa bandeira
:
é uma operação encoberta conduzida por governos, corporações ou outras organizações a qual é desenhada para aparecer como se tivesse sido levada a cabo por outras entidades [ou tendo sido provocada pela própria natureza]. O nome vem do conceito militar de hastear falsas cores, ou seja, hastear a bandeira de um país que não é o seu. Há muitas variantes de operação falsa bandeira, mas uma das mais preferidas pelos governos é simular um ataque terrorista ou um horrível incidente criminal e depois colocar a culpa em inimigos políticos.
veja aqui ....

28 de abr de 2009

GRIPE SUÍNA NO MUNDO....

25 de abr de 2009

Wolfgang Amadeus Mozart - Piano Concerto No. 21 - Andante

OLAVO BILAC - Soneto à Pátria...

Ama, com fé e orgulho, a terra em que nasceste!

Criança! Não verás nenhum país como este!

Olha que céu! Que mar! Que rios! Que floresta!

A Natureza, aqui perpetuamente em festa,

É um seio de mãe a transbordar carinhos.

Vê que a vida há no chão! Vê que vida há nos ninhos,

Que se balançam no ar, entre os ramos inquietos!

Vê que luz, que calor, que multidão de insetos!

Vê que grande extensão de matas, onde impera

Fecunda e luminosa, a eterna primavera!

Boa terra! Jamais negou a quem trabalha

O pão que mata a fome, o teto que agasalha...

Quem com o seu suor a fecunda e umedece,

Vê pago o seu esforço, e é feliz, e enriquece.

Criança! Não verás nenhum país como este!

Imita na grandeza a terra em que nasceste!

Será que ainda existe patriotismo? ou só nos resta a corrupção?

Gripe Suína....

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou que a nova variedade do vírus da gripe suína identificada no México é grave e tem o potencial de virar uma pandemia.

A secretária da OMS, Margaret Chan, fez um apelo para que os governos ao redor do mundo fiquem em alerta.

"Trata-se de uma situação séria que deve ser observada atentamente", disse Chan, que interrompeu uma viagem a Washington para se reunir com um comitê especial em Genebra.

Depois do encontro de emergência na sede da Organização, a secretária disse ainda que a o vírus da doença permanece imprevisível.

Apesar disso, a agência não emitiu um alerta contra viagens ao México. De acordo com as últimas informações oficiais, foram registrados ao menos 1.004 casos da gripe suína, com 68 vítimas fatais.

VEJA AQUI ....

O pegador.....














Veja aqui......

O BISPO-PAPÃO....




















Lentiada do Solda....

24 de abr de 2009

HUMOR....

LENTE DO DIA....

"TODO CONHECIMENTO É IMPREGNADO DE MUDANÇA."
CACHAPUZ

O "boto cor-de-rosa do Paraguay"....

NA VIDA REAL

Ao terminar de ouvir a menina, menor de idade, fazer sua confissão, o “boto cor-de-rosa do Paraguay” deixa o voto de castidade no lixo, os princípios da moralidade no lixo, os melhores princípios do Cristianismo no lixo, o dever de padre orientador de boas condutas no lixo, a integridade no lixo e transforma-se em um lindo e sedutor rapaz, que sai em busca de mais uma aventura sexual. Além de galante e sedutor, sendo padre e bispo aconselhador, o “boto cor-de-rosa do Paraguay” aproveita o que ouviu, ataca a sua vitima e tudo culmina no que ouvimos hoje, três filhos, seis filhos, talvez dezesseis filhos. Ao raiar um novo dia, o namorador volta para a igreja e se transforma de novo em padre ou bispo.

Esta não é uma lenda, é a vergonhosa historia de Fernando Lugo um padre que assumiu o poder no Paraguay trazendo a esperança de moralizar o país.


Hoje se pergunta nas ruas do Paraguay: quem é o maior ladrão?

Aqueles do “Colorado”, que ficaram 60 anos no poder ou esse oriundo do Vaticano, da Igreja Católica, com chancela de Cristo no peito e que rouba a castidade de jovens e pobres meninas de menor idade, deixando no seu ventre um filho para ser criado.

Há um item a ser elogiado no “boto cor-de-rosa do Paraguay”. É que ele obedece às leis da Igreja Católica, nada de preservativo, nada de anticoncepcional.

E todo o Vaticano tinha conhecimento das travessuras do “boto cor-de-rosa do Paraguay" conforme confessou o bispo del Alto Paraná, Rogelio Livieres Plano. Também agora entendemos porque o Vaticano liberou Lugo do seu voto para poder ser candidato a presidente.

Agiram como Cristo: “Pai afasta de mim este cálice

VEJA AQUI ...

SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA....

MY WAY....

23 de abr de 2009

Composição química do cigarro....




















Lentiada do blog do Solda.....

Pensamentos....

"Não há revelação mais aguçada do espírito de uma sociedade do que a forma pela qual ela trata seus filhos".
(Nelson Mandela)

22 de abr de 2009

REAJUSTE SALARIAL DE 6% PARA FUNCIONALISMO...

O governador Requião mandou elaborar a mensagem que estabelece reajuste salarial de 6% para o funcionalismo. Índice que mal repõe a inflação do período.

A mensagem deve chegar amanhã à Assembleia. A previsão é que seja votada imediatamente e aprovada sem choro nem vela pela maioria palaciana que inclui a bancada do PT.

VEJA AQUI NO LINK

22 DE ABRIL...

BEBÊS CLONADOS....

Médico afirmou ontem que 14 embriões humanos foram clonados e 11 deles transferidos para o útero de quatro mulheres que haviam sido preparados para dar à luz bebês clonados.
VEJA NESTE LINK... E AQUI

21 de abr de 2009

Contra os políticos picaretas....

Tiradentes, Nosso Herói (1984) - O Julgamento de Tiradentes

Tiradentes...

Do GRANDE MÁRTIR DA INDEPENDÊNCIA ao que só deu esperanças

Tiradentes, ficou órfão aos 11 anos, foi mascate, foi médico prático, tinha rara habilidade para arrancar e colocar dentes novos feitos por ele mesmo e com grande arte. Quando pertenceu ao Regimento de Dragões de Minas Gerais tinha o posto de alferes, e comandava uma patrulha de ronda de mato para prender ladrões e assassinos.

Junto com escritores, poetas, militares, magistrados e alguns sacerdotes começou um movimento contra a cobrança de impostos (a derrama, 20% de imposto) que seria o ponto principal para ter o apoio do povo, com fim de libertar o Brasil do jugo português e proclamar a República.

O movimento pretendia, se vitorioso, abolir imediatamente a escravatura, construir uma universidade e realizar outras reformas de interesse da coletividade.

O movimento revolucionário não saiu da teoria. No mesmo ano, 1789, um militar, o coronel Joaquim Silvério dos Reis - que fingia ser amigo e companheiro -, foi o Judas do xará Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes). Denunciou o movimento ao governador Visconde de Barbacena.

Tiradentes foi preso no Rio de Janeiro, na rua dos Latoeiros. O julgamento durou 3 anos. Ele foi condenado e enforcado no dia 21 de abril de 1792, por brasileiros que serviam à coroa Portuguesa. Seu corpo foi esquartejado e declarados infames os seus descendentes.

Lula (ficou órfão!!!) veio de Garanhus, foi metalúrgico, perdeu meio dedo e se aposentou. Deixou a barba crescer como Che Guevara e virou líder das pretensões de sua classe. Ficou vinte anos falando em sentar-se à mesa de negociações, depois juntou-se a alguns cultos escritores e poetas com pensamentos da esquerda já falida no mundo e, abusando da ingenuidade e da mediocridade da maioria do povo brasileiro chegou ao poder. Agora, sentado à mesa da Presidência da República, onde está no segundo mandato, não negociou nada de bom para o povo e ficou só na teoria como a inconfidência mineira que acabou vitimando Tiradentes. Sua política econômica é tão igual à de seu antecessor que parece estarmos sendo governados pelo candidato de FHC, quando também adota a prática reprovável de editar mais medidas provisórias tal qual seu inspirador. E das mudanças prometidas, nada.

No tempo de Tiradentes nossas riquezas eram levadas em pequenos e poucos barcos para Portugal. Hoje são levadas por navios e enormes aviões e transferências bancárias para bancos e paraísos fiscais, cuja importância - só no ano passado - estima-se em U$ 27 bilhões de dólares. No mundo todo, somos o país que mais transferiu dinheiro para o exterior.

Os impostos que os governos - municipais, estaduais e a união - recolhem (34% do PIB) fazem o tempo de Tiradentes (a derrama e outros) parecer um grão de areia em uma construção. A falência do ensino é pior do que não ter universidades como no tempo de Tiradentes. As reformas de interesse da coletividade, também argumento dos inconfidentes e promessa de Lula e Duda ficaram só na telinha.

Tiradentes não assumiu nenhum poder, e foi o escolhido entre os inconfidentes, por ser o que tinha menos recursos de proteção com padrinhos na Coroa portuguesa. Foi assassinado para servir de exemplo aos súditos da pátria mãe.

Lula assumiu o poder, não cumpriu nenhuma promessa, não mudou nada, não tem nenhuma obra, nenhum projeto importante, e por interesse dos donos do mundo já é o grande mico do planeta, só faltando ser fotografado pendurado num cipó. Não será assassinado, porque não evoluímos como os americanos do norte que já mataram vários presidentes.

Para refletir - Aos da minha geração (1.947, segunda safra depois da guerra mundial) e aos das mais novas. Um poster com a foto de Tiradentes é mais bonito, mais nosso, mais importante para despertar o nacionalismo e o sentimento da única e verdadeira nação do mundo, do que a de Che Guevara. No futebol, todos os brasileiros preferem uma foto de Pelé a uma de Maradona. Por que na história de nossa pátria, trocamos a foto de Tiradentes pela do argentino Che Guevara?

Convocamos os brasileiros para que coloquem primeiro dentro da cabeça e depois na parede, a foto de Tiradentes com frase que ele poderia ter dito “Não vos acomodeis”.

Guilhobel Aurélio Camargo


link veja aqui

20 de abr de 2009

MONITORAMENTO DE AGROTÓXICOS EM ALIMENTOS....

O pimentão foi o alimento que apresentou o maior índice de irregularidades para resíduos de agrotóxicos, durante o ano de 2008. Mais de 64% das amostras de pimentão, analisadas pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), apresentaram problemas. O morango, a uva e a cenoura também apresentaram índices elevados de amostras irregulares, com mais de 30% cada.

No lançamento dos dados do Programa, em Brasília (DF), o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, destacou a importância do trabalho da Anvisa no monitoramento de resíduos de agrotóxicos em alimentos. “No Brasil, a segunda causa de intoxicação, depois de medicamentos, é por agrotóxicos, o que tem uma dimensão importante”, afirmou Temporão.

Os desvios detectados pelo PARA foram: teores de resíduos de agrotóxicos acima do permitido e o uso não autorizado para determinadas culturas. No balanço geral, das 1773 amostras dos dezessete alimentos monitorados (alface, batata, morango, tomate, maça, banana, mamão, cenoura, laranja, abacaxi, arroz, cebola, feijão, manga, pimentão, repolho e uva), 15,28% estavam insatisfatórias. A cultura de tomate foi a que apresentou maiores avanços quanto à diminuição dos índices de irregularidades. Em 2007, 44,72% das amostras de tomate analisadas apresentaram resíduos de agrotóxicos acima do permitido. No último ano, esse número caiu para 18,27%.

O arroz e o feijão, coletados pela primeira vez no Programa de 2008, apresentaram índices de irregularidades de 3,68% e 2,92% respectivamente. Juntamente com a manga, batata, banana, cebola e maçã, esses dois alimentos apresentaram os menores teores de irregularidade detectados.

A batata, que em 2002, primeiro ano de monitoramento do Programa, apresentou um índice de 22,2% de uso indevido de agrotóxicos, teve o nível reduzido para 2%. A banana, que chegou a apresentar índice de 6,53% neste período, fechou 2008 com incidência de 1,03% de irregularidades.

Chama atenção, nos resultados do Programa, o uso de agrotóxicos não permitidos, em todas as culturas analisadas. Ingredientes ativos banidos em diversas partes do mundo, como acefato, metamidofós e endossulfam, foram encontrados de forma irregular nas culturas de abacaxi, alface, arroz, batata, cebola, cenoura, laranja, mamão, morango, pimentão, repolho, tomate e uva.

Cuidados

Para reduzir o consumo de agrotóxico em alimentos, o consumidor deve optar por produtos com origem identificada. Essa identificação aumenta o comprometimento dos produtores em relação à qualidade dos alimentos, com adoção de boas práticas agrícolas.

É importante, ainda, que a população escolha alimentos da época ou produzidos por métodos de produção integrada (que a princípio recebem carga menor de agrotóxicos). Alimentos orgânicos também são uma boa opção, pois não utilizam produtos químicos para serem produzidos.

Os procedimentos de lavagem e retirada de cascas e folhas externas de verduras ajudam na redução dos resíduos de agrotóxicos presentes nas superfícies dos alimentos.

VEJA NO LINK www.anvisa.gov.br

18 de abr de 2009

Poluição no Leite Materno...

O aleitamento materno é tido como a melhor forma de alimentação dos recém-nascidos mas testes recentes feitos na Dinamarca reabrem um velho debate. Desde os anos 60 que têm sido encontradas substâncias tóxicas no leite materno e mesmo antes os cientistas já tinham descoberto traços de DDT. Agora, investigadores dinamarqueses voltam à carga e alertam que no leite das mães europeias se encontram ainda DDT e DIOXINAS. A dioxina é uma substância muito tóxica ao organismo, pode ser encontrada quando se expõe alimentos embalados com plásticos no microondas. A vida moderna expõe as mães a esse risco, podendo contaminar seus bêbes. A dioxina é um agente cancerígeno, que podemos evitar com uma boa dose de bom senso.


O DDT é um pesticida que foi muito utilizado no combate a malária, hoje em dia se emprega outros pesticidas mais eficientes.

A grande parte das pessoas odeiam a Química, mas por desconhecerem ou receberem informações erradas pela mídia tem uma idéia errada sobre a disciplina. Faça um pequeno esforço e observe seu dia-a-dia, verá que ao se levantar ou mesmo durante todo o dia, quer queira ou não, nós dependemos dela, principalmente neste momento atual da civilização humana.

17 de abr de 2009

Problemas Sociais e Problemas de Aprendizagem...

Neste texto, Demerval Saviani trabalha a questão da aprendizagem no âmbito mais amplo das relações educação/sociedade. Para tanto, expõe as várias posições filosófico-educacionais referentes a essas relações.
O artigo de Demerval Saviani aborda um tema de relevância para a escola pública e fornece elementos para fundamentar a ação crítica dos envolvidos nas questões de educação.
REFERÊNCIA

Saviani, Demerval. Problemas sociais e problemas de aprendizagem. In: Revista da ANDE (17):5-12, Ano 10. São Paulo: autores associados, 1991.

A MELHOR PROFISSÃO DO MUNDO...

MUITOS CIENTISTAS CONFESSAM, meio em segredo, que gostam tanto da sua profissão que pagariam para fazer aquilo para que estão a ser pagos. Claro que se trata de um exagero retórico. Poucos poderiam ter uma actividade científica a tempo inteiro se não fossem remunerados. Já passaram os tempos em que os aristocratas faziam alguma ciência como passatempo. A ciência é hoje uma profissão. E uma boa profissão.
.
Nos Estados Unidos, pelo menos, as carreiras científicas estão muito bem cotadas. Segundo um estudo divulgado esta semana pela CareerCast.com, uma organização de empregos, as carreiras científicas são as melhores. Exactamente: as melhores.
.
Todo o estudo contraria o desdém pelo estudo e qualificação humana que muitas vezes surge, irreflectidamente, em comentários públicos de pessoas responsáveis. É preciso dizer aos jovens que estudar é um investimento valioso no futuro. É preciso dizê-lo e repeti-lo. A qualificação técnica e humana traduz-se em várias vantagens profissionais. Não é só a remuneração. É a qualidade de emprego, a qualidade de vida e a riqueza cultural.
.
O estudo agora divulgado conduz a um «ranking», com todas as simplificações que uma listagem ordenada desse tipo traz, mas também com toda a informação comparativa que dele se pode extrair. Incorpora 200 tipos de empregos e classifica-os com base em cinco critérios fundamentais: ambiente de trabalho, remuneração, perspectivas futuras, exigências físicas e desgaste emocional.
.
Os critérios procuram ser objectivos. Ao classificar o ambiente de trabalho consideram-se aspectos como as necessidades de posturas incómodas, as possíveis condições tóxicas ou o confinamento em locais exíguos. Ao falar da remuneração considera-se o vencimento e as diversas regalias adicionais. Ao falar das perspectivas futuras consideram-se os riscos de desemprego, a evolução do salário e as hipóteses de promoção.
.
Ao abordar o quarto critério, o da exigência física, entra-se num domínio muito caro aos físicos, que têm ajudado os estatísticos oficiais a elaborar medidas sofisticadas. As profissões são aqui ponderadas com várias medidas, incluindo os pesos que têm de ser levantados, o estilo de movimentos (ajoelhar-se, curvar-se, etc) e o trabalho efectuado (no sentido mecânico).
.
Finalmente, o estudo entrou em conta com o desgaste emocional das diversas profissões. Considerou efeitos tais como a competitividade, os riscos e a pressão para resposta.
.
Ponderando todos estes factores, a profissão pior colocada (lugar 200) foi a de lenhador, que tem riscos físicos enormes e uma remuneração média reduzida, de menos de 32 mil dólares por ano. No fundo da escala ficaram ainda condutores de taxi (198), pescadores (197), colectores do lixo (195) e bombeiros (182). No topo ficaram os meteorologistas (15), físicos (13), contabilistas (10), analistas de sistemas (6) e engenheiros (5) informáticos. Logo depois aparecem os biólogos (4). Acima destes vem a grande surpresa: os matemáticos!
.
As três profissões mais bem colocadas foram as de estatístico (3), ou seja, especialista na matemática da inferência e do tratamento de dados, actuário (2), ou seja, especialista em cálculos matemáticos do risco de seguros e de investimentos, e, finalmente, e propriamente dito, matemático (1).

Lentiada do Nuno Grato....

16 de abr de 2009

DINHEIRO É DÍVIDA...

DINHEIRO É DÍVIDA....

15 de abr de 2009

A HISTÓRIA DAS COISAS

ESTRUTURA DA MATÉRIA...

Guia da Ciência Moderna....

1. Se mexer: pertence à Biologia.
2. Se feder: pertence à Química.
3. Se não funciona: pertence à Física.
4. Se ninguém entende: é Matemática.
5. Se não faz sentido: é Economia ou Psicologia.
6. Se mexer, feder, não funcionar, ninguém entender e não fizer sentido: é INFORMÁTICA.

Autor:Eu Desconheço....

Evasão Escolar e o Bolsa Família...

Rio de Janeiro - Uma pesquisa sobre motivos da evasão escolar no país será divulgada hoje (15), às 10h, pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O estudo, coordenado pelo chefe do Centro de Pesquisas Sociais da FGV, Marcelo Neri, revela que o Brasil não conseguirá vencer a batalha pela melhoria da qualidade do ensino se não convencer primeiro os principais protagonistas: os alunos e pais.

Realizada com o objetivo de analisar as causas da evasão escolar na visão dos próprios jovens e de seus pais – a partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) - e de avaliar a taxa de atendimento escolar – a partir de dados da Pesquisa Mensal do Emprego – o estudo procura saber, por meio de perguntas diretas, por que o jovem não está na escola.

Em entrevista à Agência Brasil, o professor Marcelo Neri antecipa algumas conclusões da pesquisa. Para ele, é fundamental a participação engajada de pais e alunos para que se chegue a bom termo na evolução dos dados da educação.

“A gente pode ganhar todas as batalhas pela melhoria da qualidade da educação, adotando as melhores práticas educacionais, mas se não conseguirmos convencer os principais protagonistas – que são as crianças, os adolescentes e seus país – vamos perder a guerra.”

Foram feitas aos estudantes e aos pais perguntas como: porque não estão na escola, pela necessidade de trabalhar, por não ter vaga ou escola perto de casa, por dificuldade de transporte ou por que não querem a escola que aí está?

Na avaliação do professor, as perguntas serviram para derrubar mitos como o de que os jovens de comunidades pobres deixam a escola entre 15 e 17 anos para trabalhar.

Neri antecipou à Agência Brasil que a piora na evasão escolar, envolvendo os jovens nessa faixa etária, ocorre exatamente quando se junta a oportunidade com a necessidade de trabalhar, ou seja, criança pobre, em uma cidade rica, em época de crescimento acelerado da economia.

“A pesquisa mostra que, ao contrário do mito, muitos desses jovens estão fora da escola não porque são de comunidades pobres e têm que trabalhar. A pesquisa mostra que é em regiões ricas, quando a economia está mais aquecida, que eles deixam a escola. O crescimento econômico tira o jovem da escola mais nas regiões ricas do país do que nas mais pobres, que não oferecem oportunidade de trabalho para os pais e seus filhos.

Marcelo Neri disse ainda que a época atual – “de desaceleração da economia em função da crise externa e do apagão da mão-de-obra” – cria uma oportunidade, um efeito colateral, que é positivo no meio de todas as diificuldades: a economia disputar menos o jovem com a escola.

Entre as crianças de até 15 anos abrangidas pelo programa Bolsa Família, o papel do benefício é mais importante pelo controle de freqüência do que pela própria matrícula, uma vez que nessa faixa etária de 96% a 97% já estavam ou continuam na escola. O desafio maior é na faixa de 16 a 18 anos.

O chefe do Centro de Pesquisas Sociais da FGV avalia que o efeito do benefício é mais significativo para o crescimento do número de matrículas nas escolas públicas na faixa de 15 a 18 anos.

“Sou um defensor dessa extensão da cobertura etária do Bolsa Família, porém mais importante do que isso é você aumentar a atratividade da escola. No Brasil, os estudos procuram sempre olhar a questão pelo lado da oferta: você tem que melhorar, incentivar professores. Agora, quando você analisa o desempenho escolar dos alunos, vai ver que 80% das diferenças de notas de aprendizado nos diversos métodos de avaliação se dá por variáveis do domicílio do aluno ou do nível de educação do pai, da mãe ou ainda da renda da família, o que é frustrante para quem está pensando políticas públicas.”

A pesquisa mostra ainda a existência de um gargalo no ensino médio, da mesma forma como já existiu no ensino fundamental, “Esse é o próximo desafio, como foi o ensino fundamental há alguns anos”, disse. Na opinião do economista, no entanto, para vencer este gargalo é preciso criar condições de atrair o jovem para a escola. “Mais do que criar uma extensão do Bolsa Família para a faixa até os 18 anos, como foi feito agora, a pesquisa mostra que é preciso despertar e conquistar o interesse do jovem em permanecer na escola.”

Enquanto as meninas avançam na escolaridade e ainda assim são mais misteriosas ao falar das razões por que abandonam os estudos, os jovens do sexo masculino são mais diretos: não têm interesse ou têm que trabalhar.

Ao fazer um diagnóstico da situação do ensino no país, com base na pesquisa Motivos da Evasão Escolar, Marcelo Neri admite que o ensino no Brasil está em fase de ensaio, embora ainda atrasado.

“Acho que a gente tem uma situação em que a fotografia é ruim, mas também em que o filme pode ser bom e ter um final feliz se a sociedade se engajar. É bom ressaltar que não adianta um grupo de iluminados, ou que se acha iluminado – seja de pesquisadores, de gestores –, pensar que tem as melhores soluções, se essas soluções não tiverem a consciência, concordância e ação dos pais e dos jovens. Então, a importância da pesquisa é olhar sobre esse lado da demanda da educação para entender o lado subjetivo do quadro brasileiro”, conclui.

Nielmar de Oliveira
Repórter da Agência Brasil

Lentiada do Luis Nassif...

13 de abr de 2009

MANEIRAS E MANEIRAS DE EDUCAR...

Numa escola pública estava ocorrendo uma situação inusitada: uma turma de meninas de 12 anos que usavam batom todos os dias beijavam o espelho para remover o excesso de batom. O diretor andava bastante aborrecido porque o zelador tinha um trabalho enorme para limpar o espelho ao final do dia. Mas, como sempre, na tarde seguinte, lá estavam as mesmas marcas de batom.

Um dia o diretor juntou o bando de meninas no banheiro, explicou pacientemente que era muito complicado limpar o espelho com todas aquelas marcas que elas faziam. Fez uma palestra de uma hora. No dia seguinte as marcas de batom no banheiro reapareceram.

No outro dia o diretor juntou o bando de meninas e o zelador no banheiro, e pediu ao zelador para demonstrar a dificuldade do trabalho. O zelador imediatamente pegou um pano, molhou no vaso
sanitário e passou no espelho.

Nunca mais apareceram marcas no espelho!


(Piada que circula na internet. Autor desconhecido)

Reforma ortográfica....

















Sem comentário...

Símbolos dos pedófilos....









Estes são símbolos que os pedófilos utilizam para conquistar suas
vítimas e reconhecerem-se entre si na internet, pais fiquem atentos...

9 de abr de 2009

SINTO VERGONHA DE MIM....

SINTO VERGONHA DE MIM

Por Rui Barbosa

Sinto vergonha de mim
por ter sido educador de parte desse povo,
por ter batalhado sempre pela justiça,
por compactuar com a honestidade,
por primar pela verdade
e por ver este povo já chamado varonil
enveredar pelo caminho da desonra.

Sinto vergonha de mim
por ter feito parte de uma era
que lutou pela democracia,
pela liberdade de ser
e ter que entregar aos meus filhos,
simples e abominavelmente,
a derrota das virtudes pelos vícios,
a ausência da sensatez
no julgamento da verdade,
a negligência com a família,
célula-mater da sociedade,
a demasiada preocupação
com o "eu" feliz a qualquer custo,
buscando a tal "felicidade"
em caminhos eivados de desrespeito
para com o seu próximo.

Tenho vergonha de mim
pela passividade em ouvir,
sem despejar meu verbo,
a tantas desculpas ditadas
pelo orgulho e vaidade,
a tanta falta de humildade
para reconhecer um erro cometido,
a tantos "floreios" para justificar
atos criminosos,
a tanta relutância
em esquecer a antiga posição
de sempre "contestar",
voltar atrás
e mudar o futuro.

Tenho vergonha de mim
pois faço parte de um povo que não reconheço,
enveredando por caminhos
que não quero percorrer...

Tenho vergonha da minha impotência,
da minha falta de garra,
das minhas desilusões
e do meu cansaço.
Não tenho para onde ir
pois amo este meu chão,
vibro ao ouvir meu Hino
e jamais usei a minha Bandeira
para enxugar o meu suor
ou enrolar meu corpo
na pecaminosa manifestação de nacionalidade.

Ao lado da vergonha de mim,
tenho tanta pena de ti,
povo brasileiro!

7 de abr de 2009

Existe alguém além de nós?....















(Centre for Astrophysics and Supercomputing, Swinburne University of Technology)

Esta imagem mostra-nos as 100 mil galáxias mais próximas de nós. São os nossos vizinhos. Cada um dos ponto representa uma galáxia, e a nossa, a Via Láctea, está no centro da imagem. Este é o mapa mais preciso do universo que nos rodeia.

Olhe atentamente para esta imagem que representa uma pequeníssima porção do Universo, considere depois que cada galáxia terá em média 100 mil milhões de estrelas (1011) – para ter uma ideia do número, se contasse uma dessas estrelas por segundo, sem parar, demoraria cerca de 3200 anos. Será possível que não exista “ninguém” além de nós?

Lentiada do Átomo e meio....

4 de abr de 2009

PÉROLAS DO ENEM....

A emoção de poluentes atmosféricos aquece a floresta.
(noffa)

Tem que destruir os destruidores por que o destruimento salva a floresta.
(pra deixar bem claro o tamanho da destruição)

Precisamos de oxigênio para nossa vida eterna.
(amém)

A amazônia tem valor ambiental ilastimável.
(ignorem, por favor)

Paremos e reflitemos.
(beleza)

Retirada claudestina de árvores.
(caraulio!)

Na cama dos deputados foram votadas muitas leis.
(imaginem as que foram votadas no banheiro deles!)

A floresta tá ali paradinha no lugar dela e vem o homem e créu.
(velocidade 5 do créu!)

Uma vez que se paga uma punição xis, se ganha depois vários xises.
(gênio da matemática)

Então é isso ai galera, pode-se perceber que a educação no nosso país está cada vez melhor!

COLHERZINHA NA BOCA DA GARRAFA DE COCA-COLA...

Reza a lenda que se colocarmos uma colherzinha na boca da garrafa de Coca-Cola, após ela ser aberta, seu gás permanecera lá por um tempo maior do que se ficar destampada (em uma garrafas de vidro, como a foto ao lado). Então, tudo isso é realmente lenda que nos perseguem desde a década de 80 (aproximadamente) ou realmente funciona?

Pesquisamos em infinitas bibliografias, porém nem uma nos levou a esse caso especifico. Então conversamos com vários mestres e doutores e somente um nos respondeu com firmeza e palpado ciêntificamente.

Segundo o professor Dr. Evandro Silva*, tal fato não passa de lenda. A explicação é que o gás que se encontra na coca cola (CO2) é proporcional à temperatura, ou seja, quanto menor a temperatura mais fácil é a colocação de gás no refrigerante (durante o processo de fabricação) e mais difícil sua saída, isto é, quando colocamos o refrigerante na geladeira, ele irá se manter a uma baixa temperatura dificultando a saída do gás, mas se o mesmo estivesse a uma temperatura mais alta, o gás se dispersara para o ambiente mais rapidamente, com a colherzinha ou não.

Nós fomos ao laboratório CURIOFÍSICA e fizemos o teste, este precisa de um amparo científico maior, mas serve para tirarmos algumas conclusões e testar o que foi dito anteriormente.

Separamos 3 grupos de amostras os quais chamamos de G1, G2 e G3, e fizemos a experiência do seguinte modo:

G1 - Duas garrafas quentes foram abertas. Em uma delas foi colocado uma colher de chá em sua boca, de modo que a extremidade mais fina ficasse para dentro e a mais grossa apoiada na boca da garrafa (veja a imagem). Na outra garrafa não foi colocado nada, permanecendo aberta sem nem um objeto em sua boca. As mesmas foram colocadas, cheias, na geladeira a uma temperatura aproximada de 1 grau Celsius.

G2 - Duas garrafas geladas, a uma temperatura aproximada de 3 graus Celsius, foram abertas. Em uma delas foi colocado uma colher de chá em sua boca, de modo que a extremidade mais fina ficasse para dentro e a mais grossa apoiada na boca da garrafa (veja a imagem). Na outra garrafa não foi colocado nada, permanecendo aberta sem nem um objeto em sua boca. As mesmas foram colocadas, cheias, na geladeira a uma temperatura aproximada de 1 grau Celsius.

G3 - Duas garrafas geladas, a uma temperatura aproximada de 3 graus Celsius, foram abertas. Metade de seu liquido foi despejado simulando o que acontece em uma situação normal, onde o refrigerante é aberto e parte dele consumido, já o restante armazenado para um consumo posterior. Em uma delas foi colocado uma colher de chá em sua boca, de modo que a extremidade mais fina ficasse para dentro e a mais grossa apoiada na boca da garrafa (veja a imagem). Na outra garrafa não foi colocado nada, permanecendo aberta sem nem um objeto em sua boca. As mesmas foram colocadas, cheias, na geladeira a uma temperatura aproximada de 1 grau Celsius.

No total foram 6 garrafas de vidro de Coca-Cola, contendo um litro cada. O tempo de armazenamento foi de 24 horas para todas.

Ao final das 24 horas, 8 pessoas saborearam e analisaram a quantidade de gás em cada uma das garrafas, porém, sem saber qual delas havia sido colocado a colherzinha e qual não.

Os resultados foram o seguinte:

As garrafas que continham a colherzinha em sua boca não armazenaram mais gás do que as outras. Ocorreu justamente o contrário do que imaginávamos. Aparentemente, elas conservaram menos gás do que aquelas que não continham a colherzinha em sua boca.

Como diz o poeta “Mito Detonado“.

*Dr. Evandro Silva é Doutor em Físico-Química e professor efetivo da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, o qual é responsável por varias pesquisas nessa instituição.