15 de out de 2009

A água somos nós...

A água representa de 60 a 70 % de nossa constituição, o que equivale a dizer que somos, basicamente, água. A água tem propriedades humanas como por exemplo, a memória, ou nós é que temos propriedades da água.

A água tem forte memória a partir de sua constituição mais íntima: a molécula (menor parte constituinte que mantém sua estrutura e propriedades), os átomos e partículas subatômicas.

A molécula e as partículas subatômicas pertencem ao mundo do extremamente pequeno, o universo das energias.

A molécula da água (H2O) tem grande poder de memória, e como ela se espalha por todo o nosso corpo, nossa memória também é distribuída pelo corpo todo, sem prejuízo do controle efetuado pelo hipocampo, estrutura no sistema límbico, bem no interior do cérebro.

Como a molécula da água tem forte memória, verificamos que os rituais com a água, além do aspecto de crença, têm base científica.

A água benzida (benta), isto é, que recebeu a bênção da Igreja em cerimônia própria, quando preparada com ritual adequado, conserva energias positivas em sua memória.

Uma oração, uma prece feitas com objetivos emotizadas, diante de um copo de água, isto é, carregados de energia, podem gravar essa energia na memória da água que podemos beber com nossa crença nos resultados.

Mencionamos também o descarrego feito com água corrente, principalmente das cachoeiras.

Existe também a limpeza do corpo energético com o banho de mar. Essa água, além de suas propriedades, tem ainda o sal que, por ser absorvente de água, leva também as energias negativas.

Na Emotologia, que se baseia no que ocorre na estrutura íntima da matéria, mostramos as bases científicas de muitos rituais.

Professor Luiz Machado, Ph.D.
Cientista Fundador da Cidade do Cérebro
Mentor da Emotologia

0 comentários: