26 de jul de 2011

BRASIL ULTRAJADO....

Brasil ultrajado

Brasil ultrajado

Por Guilhobel Aurélio Camargo


Eu sou o Brasil e estou ultrajado
Você é o Brasil e está ultrajado


Ultrajado, por atos criminosos dos políticos que me governam.

Ultrajado, pela falta de decência dos agentes públicos que cuidam de si, usando meu nome.

Ultrajado, por ver meus filhos recebendo esmolas que trocam pela dignidade “de ser cidadão”.

Ultrajado porque o alimento no prato não alimenta a alma dos meus filhos humildes.

Ultrajado porque o estado toma do cidadão o suor do trabalho, e o politico subtrai para seu beneficio o sangue do povo.

Ultrajado porque tudo que o estado dá é tirado do próprio cidadão, que é sugado com “monstruosa derrama", diminuindo o bem estar dos meus filhos.

Ultrajado porque vejo a dor nos corredores dos hospitais.

Ultrajado porque “vejo a ignorância” instruindo meus filhos.

Ultrajado porque veja as drogas contaminando meu povo.

Ultrajado pela insegurança patrocinada pelo descaso dos governantes.

Ultrajado quando vejo “um filho meu” drogado na sarjeta,“fugindo da luta”.

Ultrajado quando crianças matam crianças, na pior das guerras do mundo.

Ultrajado pela promiscuidade reinante entre os três Poderes.

Ultrajado porque em nome da democracia - a tirania da minoria, eleita pelo povo - se sobrepõem a maioria para saqueá-la.

Ultrajado quando temos o mais sofisticado sistema para eleger governantes, escolhendo a pior escória de políticos.

Ultrajado porque os políticos da minha pátria tornaram a democracia um instrumento da maior corrupção que tenho noticia.

Ultrajado porque a corrupção dos políticos corrompe os princípios de meus filhos.

Ultrajado porque a política pública, em minhas terras, nada mais é que a própria corrupção.

Ultrajado porque o espírito de minha raça está entregue a agentes públicos safados que, como urubus, habitam o interior dos prédios públicos.

Ultrajado porque vejo que meu povo, “deitado eternamente em berço esplêndido”, perde a honra que é o primeiro passo para jogar no lixo a “alma da nação”.

Ultrajado porque sou grande e generoso, dou terras férteis e ricas, água em abundância, clima invejável, povo hospitaleiro e trabalhador e, infelizmente, políticos safados.

Ultrajado porque meu povo tem vergonha de se indignar.

Ultrajado porque os meus filhos tratam os governantes como patrões quando são empregados.

Ultrajado porque “o brasileiro é o povo que troca protestar pelo silêncio dos covardes”.

Ultrajado porque o roubo da honra de meus filhos empobrece a pátria e acaba com os meus cidadãos.

Ultrajado porque meus filhos não se levantam e estão caminhando para a escuridão.

Lentiado daqui Gazeta de novo

0 comentários: