6 de jul de 2009

ÔNIBUS A HIDROGÊNIO...

HIDROGÊNIO
O COMBUSTÍVEL

Milton Michida/Secretaria de Transportes Metropolitanos (www.saopaulo.sp.gov.br)
Ônibus a hidrogênio circularão por um período experimental em 13 linhas do corredor metropolitano São Mateus/Jabaquara, em São Paulo, a partir de agosto
Com a construção do primeiro veículo desse tipo na América Latina, o Brasil passa a ter posição de destaque ao lado dos Estados Unidos, Alemanha e China. Somos um dos cinco países do mundo que dominam a tecnologia e que têm ônibus movidos a hidrogênio. O veículo foi apresentado na semana passada na sede da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), em São Bernardo do Campo.

O hidrogênio não corre risco de esgotamento, como ocorre com o petróleo, pois é o elemento químico mais abundante do Universo. Veículos movidos a hidrogênio, ao contrário dos convencionais, não liberam gases tóxicos, mas um inofensivo vapor d’água.

Os novos ônibus também tem um dispositivo de regeneração do sistema de frenagem (aproveitamento do calor), já empregado nos carros da Fórmula 1. Nesse sistema, a energia é armazenada nas baterias e usada quando há necessidade de maior potência no deslocamento do veículo (em subidas, por exemplo).

Como maior fabricante global de chassis e carrocerias, o Brasil tem demonstrado capacidade de inovação tecnológica e reconhecida competência na gestão desse conhecimento. O protótipo do veículo foi totalmente desenvolvido e integrado (carroceria e sistemas) internamente.

VEJA aqui...

0 comentários: